O rosto do curso de Medicina na UALG

Alentejano, natural de Arronches, desde criança que soube que queria ser médico, talvez por influência do pai que era um homem muito experiente na área. Destacou-se na Anestesiologia, mas o seu nome é sobejamente conhecido nos meios académicos e clínicos mundiais.

Convicto de que tem entre mãos um desafio único, que lhe permitirá criar um novo curso de Medicina, ao cair da noite e após um longo dia percorrido pelo Barlavento algarvio contactando directamente com profissionais da saúde, José Ponte acedeu falar ao «Algarve Académico».

“Esta é uma oportunidade única para fazer as coisas bem, como eu acho que devem ser feitas”, frisou.

Conceituado investigador e ex-professor do Kings College School of Medicine, de Londres, o director científico do curso de Medicina que está a ser preparado pela Universidade do Algarve quer conceber um curso inovador e diferente.

“Baseado no sistema PBL (problem based learning), muito conhecido nas universidades dos Estados Unidos e da Europa, o curso decorrerá ao longo de quatro anos e o ensino assentará no estudo de problemas clínicos individuais”, explicou-nos.

Os chamados docentes permanentes, já estão a trabalhar no Livro de Curso, que define os estádios da aprendizagem e as metas a atingir, bem como o perfil do médico a formar.

Ao longo dos quatro anos o curso possibilitará uma ligação muito íntima com os profissionais e serviços de saúde, permitindo estabelecer elos de confiança e simpatia, que desencadearão um contacto mais directo com os alunos.

“Queremos pessoas qualificadas, tanto na docência como na discência”, alega José Ponte. “Já foram feitos alguns contactos que asseguram uma estirpe de qualidade para o corpo docente”, conclui. A construção do hospital central também poderia ser, na opinião de José Ponte, um pólo de atracção para aliciar alguns profissionais de qualidade para a região.

Uma outra inovação deste novo curso passa pelo recrutamento dos alunos. “Muitos médicos têm uma grande dificuldade no contacto humano com os seus doentes. As outras faculdades do País não testam os médicos em muitos aspectos fundamentais da personalidade, são apenas testados na sua capacidade de produzir bons resultados no exame de acesso.”

O que se passa é que há muita gente que discorda deste método. Como é que nós vamos alterá-lo? Primeiro, propomos escolher as pessoas mais tarde, em vez de ser aos 17 ou 18 anos. Vamos fugir daquela divisão do curso de Medicina em cadeiras básicas e cadeiras clínicas, e vamos escolher pessoas que já têm os princípios testados, porque já fizeram a sua formação básica.

Inicialmente, teremos um curso de pós-graduação, mas queremos assegurar o mínimo de standards intelectuais, aliados à experiência de trabalho”. Na opinião do director científico, o critério de selecção é um dos factores mais importantes do curso.

Questionado sobre a aplicação prática do método e sobre as suas vantagens ou desvantagens na tradução dos resultados, José Ponte é peremptório em afirmar que espera que os médicos algarvios, ao competirem para a entrada nas especialidades, fiquem no topo da classificação.

Tratando-se de um curso pós-graduado, com uma propina mais elevada, está a ser estudada uma espécie de bolsa para os alunos, que como contrapartida terão que ficar radicados no Algarve, entre seis a oito anos.

José Ponte é apaixonado pela docência e admirado por muitos dos seus antigos alunos que o continuam a contactar, o que o leva a pensar que fez algo que marcou algumas pessoas. Por de trás do seu jeito simples, esconde-se uma personalidade do mais alto intelecto e de uma energia contagiante, que o faz terminar a nossa conversa salientando que “está pronto para o desafio”

Fonte: Jornal da Universidade do Algarve

.

Anúncios

A sua opinião tem importância!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s