Propinas aplicadas ao Estudante a Tempo-Parcial 2009/10

A Universidade do Algarve tomou uma grande medida em temos de pagamento repartido da propina. No entanto, nem tudo são virtudes.

Designa-se por regime de estudante a tempo parcial aquele em que o estudante, em cada ano lectivo, efectua inscrições ordinárias apenas em parte do total das unidades curriculares a que se poderia inscrever no regime de estudos a tempo integral, de acordo com as seguintes emolumentos:

Esta medida  se fosse implementada no o ano lectivo 2008/2009, beneficiaria 801 alunos que tinham 30 ou menos ECTS para concluir o curso.

Os Estudantes que tenham 30 ou menos ECTS podem inscrever-se em tempo-parcial e beneficiar da repartição da propina. Caso contrário pagarão a propina integral de 923,4 euros quer se inscrevam a uma cadeira ou 12 cadeiras.

A fórmula de cálculo aprovada para Estudantes a Tempo-Parcial é:

(P* 25%) + [ (ECTS / T) * (P)]

.

PONTOS A RETER:

Um aluno em tempo-integral paga em média pelos três anos previstos para concluir a sua licenciatura (três anos), 2770.2 € em propina (mais actualizações). Um estudante em tempo-parcial para concluir a sua licenciatura no tempo previsto pelo regulamento (6 anos) paga 4155,3 € (mais actualizações). Resumindo, o estudante a tempo-parcial paga 1385,1 euros de propina a mais, o que daria para pagar metade da licenciatura em tempo-integral.

Este rácio é constante independentemente do valor da propina integral.

Uma mesma cadeira poderá ter cinco valores diferentes, dependendo dos ECTS e do regime em que o estudante se inscreve ou está inscrito de acordo com os regulamentos em vigor.

Imaginemos que um aluno da Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo tem uma unidade curricular para terminar o curso, no sistema a tempo-integral paga 923,40€, se for em tempo-parcial pode pagar entre 307,80 € e 323,19 €, depende dos ECTS da disciplina. Um cidadão qualquer que não tem nenhum vínculo à Universidade do Algarve, e que deseja aumentar os seus conhecimentos, inscreve-se à essa mesma disciplina como estudante extraordinário e paga 180€. Por fim, um aluno da instituição que não tem essa disciplina no seu plano de estudos mas quer complementar a sua formação com a mesma, paga 144€.

O que é de realçar é que o aluno em tempo integral sai sempre bastante prejudicado com estas discrepâncias.

Consultar: 

Estudante a tempo-parcial (2009-2010)

O porquê de uma cadeira ter três preços diferentes

Aplicação para determinação do valor das propinas

Regulamento de Estudante a Tempo Parcial

Proposta de Propinas (2009-2010);

.

Anúncios

A sua opinião tem importância!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s