Proposta do Reitor ao Conselho Geral – propinas 2010/2011

Considerando o espírito da Lei de Financiamento do  Ensino Superior, designadamente o seu artigo 16º (Propinas);

Considerando a situação de crise que afectou o corrente ano de 2010, com gravíssimas incidências negativas no emprego e nos  orçamentos familiares, que se prolongará por 2011;

Considerando a estratégia, proposta a este Conselho Geral, de aumentar o número de estudantes de segundo e terceiro ciclos;

Considerandos a necessidade de criar mecanismos que  promovam a possibilidade de que os estudantes de primeiro ciclo prossigam os seus estudos;

Considerando as propostas apresentadas por outras instituições de ensino superior públicas;

Proponho que os valores das propinas de 1º, 2º e 3º ciclo, para o ano lectivo de 2010/2011, sejam os seguintes:

Consultar: Proposta do Reitor Propinas

Anúncios

5 pensamentos sobre “Proposta do Reitor ao Conselho Geral – propinas 2010/2011

  1. Cara “Sabedoria”,

    Antes de mais agradeço-te o comentário muito sinceramente e sem ironias, contudo, penso ser importante esclarecer alguns pontos que me merecem alguma atenção:

    Por muito que te possa acreditar o que eu escrevo aqui não tem nada de pessoal, a veemência muitas vezes empregue nas palavras, é de alguma indignação dada a postura de alguns dirigentes associativos, dos vários corpos que compõem a Universidade do Algarve (alunos, docentes e funcionários).

    Nunca é pessoal como poderá transparecer ou muitos o fazem transparecer.

    A minha postura não agrada a muitos membros do Conselho Geral da Universidade do Algarve, é verdade. A alguns professores e uma pequena franja de estudantes também não. Eu compreendo o porquê, aliás é evidente para mim que muitos deles não gostam nem admitem serem questionados, muito menos por alguém que aqui e ali consegue ombrear com eles na argumentação. Por outro lado, as minhas intervenções expõem de certa forma aquela postura do “olhar para o lado e assobiar” como se nada fossem com eles. Esses decidamente não gostam porque acham que estou a me intrometer nas suas competências. Não deixa de ser uma verdade rara, mas só acontece pq as pessoas não fazem uso das suas competências nem cumprem 1/10 do que prometem nas campanhas.

    Fazer uns exames fora de época dá jeito…

    Quanto ao Sr. Reitor, não tenho nenhuma questão pessoal, mas não gosto do seu trabalho nem da forma como o faz. No entanto, venho o diabo e escolha pq é contagioso…

    Sabes, antes de ser aluno sempre trabalhei e devo dizer-te que a minha postura sempre foi mais ou menos esta. Ou seja, eu defendo intransigentemente a camisola que represento. Neste caso os estudantes votaram em mim, eu tenho a obrigação de dar o meu máximo na defesa dos seus interesses de forma responsável.

    É para eles que eu trabalho, bem ou mal cada um de nós terá certamente a sua opinião e ainda bem, porque é sinal que existe pluralidade e sentido crítico que tanto nos tem feito falta na nossa instituição.

    Quanto ao Blog, é um fechar de ciclo, pois penso terminar o curso já e abraçar outro desafio noutras paragens.

    Se quiseres fazer um artigo de opinião a fundamentar algumas das coisas que aqui disseste, terei todo o gosto em publicar.

    Uma vez mais obrigado pelo comentário

    Saudações Académicas

  2. Tudo isto parece-me apenas mais uma jogada bem calculada do nosso Magnífico Reitor.. no entanto, tenho esperança que não corra como já referiram…

    Votos de que a Acção Social abranja mais alunos e com mais qualidade e menos “frete”.

    Costa… esta Academia perdeu-te uma vez e ganhou (mais uma) Comissão de Festas.. até quando serão assim tão cegos?

    A “caça às bruxas” de que és vítima afecta-te a ti e a tantos outros colegas que, como tu, apenas querem ajudar quem realmente precisa…sem interesses além dos puramente pedagógicos..

    Posso estar confusa muitas vezes em relação a muitas questões mas, de uma coisa tenho a certeza… esta Academia ainda vai lamentar-se amargamente.. alunos sem apoio a nível pedagógico são aos montes, a “comissão de festas” soma e segue com arraiais e afins e finge lamentar-se com o desinteresse por parte dos alunos….

    Não há do que nos admirarmos a partir do momento em que assumirmos de que, mais do que interesses pessoais e económicos a intervir com os destinos da AAUALG, há movimentações POLÍTICAS… e que eu saiba isso não é permitido segundo os Estatutos da Académica do Algarve…(sim, fui verificar! Vejam vocês também com os vossos próprios ohos!!)

    Sem mais assunto mas com muita revolta por expelir,
    Aqui me despeço,
    Até à próxima…

    Aluna Confusa!

  3. Antes de mais o reitor da Universidade do Algarve por ter demonstrado sensibilidade social atendendo a crise que as famílias estão a atravessar, situação essa agravada pelo plano de austeridade.

    Acredito que a proposta e verdadeira e que os membros do Órgão não vão renega-la. Antes pelo contrario. vão subscreve-la naturalmente. De outra forma, parecera mal atendendo os considerandos do documento, e uma forma de percebermos qual ]e a imagem do Reitor perante o Conselho.

    Não posso deixar de felicitar o Joaquim Costa pela disponibilização das propostas antes das mesmas serem levadas a plenário. Desta forma fomenta a discussão e isso só pode ser benéfico para a comunidade académica.

    E justo reconhecer este tipo de postura que e uma autentica raridade nesta instituição e neste órgão que não tem um espaço virtual onde possamos consultar estas matérias e eventualmente emitir alguns contributos. Neste ponto subscrevo as palavras do José Carlos.

    Não me identifico porque, já fui dissuadida a não comentar neste espaço, alegadamente por ser funcionaria da instituição e como tal, e um acto entendido como pouco ético.

    Como queiram…

  4. Como sempre o Costa igual a si mesmo.

    Muitos dos seus colegas não lhe deram o devido valor, mas sem qualquer duvida você foi nos últimos anos o aluno mais activo e com maior qualidade de intervenção.

    Quando for embora a monotonia e a apatia voltara para mal de todos nós.

    A diferença e que será recordado daqui a 20 anos e os seus colegas um ano depois estão condenados ao esquecimento. Você tem obra feita e e de louvar a sua atitude destemida.

    Desde ja o meu obrigado.

    Quanto ao artigo propriamente dito, esta-se mesmo a ver que e uma jogada politica do reitor. Pede a manutenção pq sabe que se pedir um aumento e não obter aprovação a propina automaticamente desce…

    Espertos que somos…

  5. A proposta do Sr. Reitor é da manutenção dos 923.40 €.

    No entanto, convém referir que este valor só se manterá se 2/3 (24 em 35) dos membros do Conselho Geral votarem favoravelmente.

    Se assim não for, a propina sofrerá uma actualização de -1% que corresponde à flutuação do Índice de preços do Consumidor de 2009, conforme previsto na Lei nº 37/2003 de 22 de Agosto, alterada pela Lei nº 49/2005 de 30 de Agosto que estabelece as bases do financiamento do ensino superior.

    Vejamos o melhor cenário para os estudantes:

    PA = Valor da propina actual (2009/2010)
    PM = Valor que a propina poderá atingir na melhor das hipóteses.
    Variação do Índice de preços do Consumidor (2008 e 2009) = -1%

    PM (2010/2011) = PA (2009/2010) * Índice de preços do Consumidor (2009)

    PM (2010/2011) = 923,40 € * [1+ (-0,01)]
    PM (2010/2011) = 914,16 €

    Ou seja, uma deminuição de 9,23 € por estudante…

A sua opinião tem importância!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s