Resposta do Administrador dos SAS Dr. Amadeu de Matos Cardoso ao Aluno Bolseiro

Em resposta ao artigo” de um aluno bolseiro  “ O que esperar dos SAS da Universidade do Algarve

Amigo Joaquim

Agradeço o trabalho que teve no envio da mensagem. Achei engraçado e oportuno o comentário feito por alguém anónimo, não eu, garanto. Permita que lhe diga que o respeito pelos outros é básico e fundamental.

Ainda bem que Você quando for poder vai acabar com o parasitismo existente neste país começando, com todo o respeito pela a grande maioria dos estudantes, a acabar com o pequeno grupo de parasitas existente e que consomem o dinheiro de quem trabalha.

Quanto ao resto não comento uma vez que era perder tempo com quem tem tão douto saber.

Cumprimentos

A Cardoso

Anúncios

15 pensamentos sobre “Resposta do Administrador dos SAS Dr. Amadeu de Matos Cardoso ao Aluno Bolseiro

  1. Infelismente estão a ver mal as coisas, sobre as bolsas de estudo, já não são como eram pois não, quando eram os S.A.S. a pagar era logo certinho dia 1 dia 2 eram pagas, agora que é a D.G.E.S. são pagas a 14, 18, 30 quando for e tambem tenho muitos amigos que ficaram sem bolsa e a minha baixou muito desde que é a D.G.E.S. a tratar das bolsas

    • Antes de mais obrigado pelo comentário,

      Este artigo remonta a 07/30/2010, de qualquer das formas, não sei se é da instituição porque eu como bolseiro que sou, ainda não senti essa oscilação tão grande. No máximo dois três dias… Não estou afirmar que não tenha existido, apenas que no meu caso não passei por isso felizmente…

      Relativamente ao calculo das bolsas de estudo tudo o que posso dizer é que é uma autentica vergonha o que se está a passar em Portugal.

  2. Parasita é você, são as pessoas como o “senhor doutor” que fazem do nosso país uma piada de mau gosto.

  3. Este senhor doutor. licenciado em filosofia é sem duvida um mau gestor… sou estudante desta universidade vivo na residencia feminina que esperou quase 2 meses para ter uma televisao, e 4 meses para ter um microndas. E ainda teve o descaramento de dizer que o tinha no armazem mas nao entregava…..

    Para nao falar do estado dos colchões, com muitos anos e que apesar dos pedidos não são renovados.

    Já agora é habito do doutor Cardoso justificar qualquer problema com uma historia…

  4. A missão que um director ou directora de qualquer entidade ou órgão, deve estar bem clarificada e deve haver uma distância das posições pessoais em relação às posições públicas ou pelo menos daquelas que se fazem cobertas pelos cargos que se ocupa. Ainda para mais quando se trata de um cargo público.

    Não adianta muito escrever muito, não adianta escrever mais.
    Tudo o que se escrever será desgaste inútil. Depois desta postura inadmissível só resta o mesmo caminho para os responsáveis da universidade. Ou o senhor tem um rasgo de brio e demite-se, ou o responsável máximo da Universidade encontra uma saída que retire no imediato as funções de coordenação que o Sr. Cardoso exerce.

    Muito seriamente nem vou referir o que a Associação Académica deve fazer. Saberão e só espero que haja uma rápida resposta à gravidade que nos é trazida a público.

    Penso que o Sr. Cardoso deve andar informado e conhecer a realidade que o rodeia e o que se escreve acerca dos SAS. Mas se decidiu usar o direito de resposta, espero que tenha a consciência plena que não o fez em nome individual e fê-lo em nome do cargo que ocupa.

    Até podia ter a opinião que tem, mas guardava-a para si. Até podia ter argumentos que justifiquem o artigo publicado, mas preferiu não os expor. Já não conseguiu foi resistir à agressão da comunidade escolar.

    Sabe tão bem, que generalizar é estender a passadeira e conotar sem diferenciar aqueles que através da sua conduta se distinguem.
    Quem é insensível à razão que lhe dá emprego (alunos) não merece a nossa acreditação.

  5. Isto é uma vergonha…
    E são estes os Administradores que prestam os seus serviços na nossa Instituição??
    É esta personagem que é administrador do SAS??? Se nem uma resposta digna e bem argumentada sabe dar, então qual o seu papel/contributo em prol da nossa Universidade?
    É por estas coisas que esta universidade Algarve está como está.

  6. Prezo em constatar que as dificulades e os sacríficios feitos pelos estudantes aparentemente divertem este “senhor”.
    Talvez seria mais produtivo pensar que se não fosse esse tal, grupo de parasitas a que se refere, não teria oportunidade de ter o seu magnífico emprego.
    Aconselho-o vivamente, a parar um pouco para pensar e, ver afinal quem são os parasitas, os estudantes, que se sacrificam para que possam ter um futuro ou, vossa excelência, um sanguessuga que nada faz para merecer o seu ordenado ao fim do mês. Deveria seguir os seus próprios conselhos, “o respeito pelos outros é básico e fundamental”, no entanto, a meu ver, o único aqui que não merece respeito é o “Dr.” Cardoso.

  7. Uma vez pedi uma audiência com este senhor. Vou fazer um relato fidedigno da conversa e tirem as vossas próprias conclusões:

    No meu primeiro ano fiz 10 cadeiras das 10 que constavam do plano curricular e mesmo assim tive uma redução na bolsa de 100 € em 200 e poucos euros que recebia.

    Pedi para falar com o administrador elembro-me na altura de a funcionária telefonar-lhe à minha frente, e qual não é o meu espanto que o homem nãome queria receber. Ao me aperceber do sentido da conversa, antes mesmo de desligar, disse à funcionário que a audiência era um direito consagrado nos regulamentos como tal não prescindia da mesma. Lá com muita relutância me recebeu e com muita hostilidade por ter invocado os regulamentos.

    Disse-me que eram as regras, e que a minha avaliação tinha sido muito bem feita e revista e que não haveria motivos para rectificações. Depois contou uma história pessoal completamente absurda que nem vou desenvolver, talvez numa outra oportunidade.

    Curioso é que o meu irmão entrou no Porto nesse ano e recebia 310 € e eu com os mesmos documentos, com 100% de aproveitamento escolar 156€..

    Qual era o critério afinal?

  8. Esta resposta é mesmo à Dr. Cardoso!

    Você até devia ser mais compreensivo e tem essa obrigação.
    Ninguém melhor do que o senhor que conhece tão bem as residências, principalmente o Lote O. Compreende estas palavras não compreende? O passado nos persegue não é assim…

    Só alguém muito frustrado é que dá uma resposta destas!

    Agora que a ficha caiu quer ver o que a Universidade tem a dizer acerca disto. Ou seja, nada como sempre…

  9. Sinto-me indignado enquanto aluno do ensino superior.

    Ainda bem que esta resposta surgiu, assim podemos todos ter a noção que tipo de pessoa é este senhor.

    Sinceramente, o que é isto?

  10. As pessoas só querem aquilo a que tem direito e não que alguém decida consoante as suas convicções pessoais como ficou aqui demonstrado.

    Uma pessoa destas não pode continuar à frente dos serviços de acção social..

  11. Que vergonha!

    Este é o administrador dos serviços de acção social ou um vigilante que dita a sua lei ?

    Ainda bem que a avaliação das bolsas já não é feita nos SAS da UAlg. Todos os bolseiros com quem tenho falado, tiveram um aumento do valor da bolsa. Certamente não foi um aumento das verbas que constam no orçamento de estado.

    Estou incrédula com esta declaração, alguém devia fazer alguma coisa em relação a isto.

A sua opinião tem importância!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s