Será falta de nível ou ausência de formação dos actuais representantes dos estudantes que nos representam?

Caros Colegas da Universidade do Algarve,

Dei por concluída a minha participação no associativismo desta academia no passado dia 28 de Setembro de 2010, publicando um último artigo que se intitulou “Desapareceram 180.894,96 € da associação Académica”. Mas pelos vistos o artigo incomodou os “garotos” dos actuais órgãos que compõem a actual associação académica da Universidade do Algarve, ao ponto de levianamente invocaram o meu nome na reunião magna realizada a 19-10-2010, e quando não o fizeram directamente, para bom entendedor foi bem claro a quem se referiam. Já o tinham feito na anterior magna (27-09-2010).
Pois bem, se covardemente o fizeram, eu faço-o directamente e não falo das pessoas quando estão ausentes e não se podem defender de comentários tão desprezíveis, mas não tanto quanto os seus autores. Sendo assim, vou dirigir-me por este meio a dois colegas dirigentes associativos:

Miguel Nicolau
Meu caro, afirmaste na qualidade de 1º elemento do Conselho Fiscal, que quem quisesse esclarecimentos sobre os quadros do orçamento que foi apresentado na magna realizada 28 de Maio de 2010 (já fora de todos os prazos), que te contactassem e que não valia a pena escrever em blogues pois não produzia qualquer efeito. Se assim fosse não tinhas proferido essa afirmação, não é assim!? Pois…

Quando o orçamento foi apresentado enunciei as falhas grotescas do documento que nem tu nem o tesoureiro e toda direcção geral conseguiram justificar. Antes da minha intervenção elogiaste o documento o que só prova a tua incompetência nestas matérias. Apresentem as demonstrações financeiras e os balanços e ai sim falamos. Chega de excel que isso é contabilidade para totós.
O teu forte é montar e desmontar recintos. Ai sim, és muito razoável…e a dizer mal também… E queres tu ser presidente da Assembleia Magna!?

Pedro Oliveira
Referiste o meu nome directamente, quando o Pedro Fernandes perguntou quando é que a DG pensava publicar o orçamento e o plano de actividades corrigido, visto que, nesta magna, assumiram as incongruências do documento. Disseste que achavas curioso que o Pedro Fernandes tivesse colocado as mesmas questões que o aluno Joaquim Costa (eu) colocou na magna de 28 de Maio de 2010.

Sabes o que eu acho curioso? É que após uma dezena e muitas reuniões do Conselho Geral (órgão máximo da UAlg), não consta qualquer intervenção tua nas actas das reuniões. E porque será? A resposta é óbvia mas vou reforça-la! Só me lembro de ouvir a tua voz duas vezes nas reuniões em que te dignaste a comparecer:

A primeira foi para te apresentares aos restantes membros.A segunda foi nas audições aos candidatos a reitor da Universidade do Algarve com uma intervenção infeliz que deixou o plenário gelado e concerteza todos aqueles que acomparam em directo pela internet.. Perguntavas ao candidato Professor Doutor Rodrigo Magalhães caso fosse eleito, se pretendia acabar com as praxes… Quer dizer, para ti representar os estudantes é garantir que festa e muitas das vezes, abusos, não poderia faltar! A qualidade do ensino, a empregabilidade, a qualidade do corpo docente e outros tantos assuntos tão mais importantes para o futuro dos estudantes, no teu entender, advirão das praxes.

    Sabes o que acho ainda curioso? É que nunca apresentaste uma única proposta, apenas subscreveste as do meu grande amigo Pedro Barros.

    Caro Pedro Oliveira, o tamanho não define uma pessoa, tal como o equipamento não faz o atleta. O teu nome não consta em nenhuma acta do Conselho Geral ao contrário do meu que enuncias com tanto desdém. Já viste quantas vezes o meu nome é referenciado? Quantas propostas e intervenções minhas constam nas actas? Quantos artigos e referências constam em órgãos de comunicação social? Quantos pareceres jurídicos do MCTES apresentei?  E de ti ninguém sabe nada!!! Isso sim é curioso…Afinal todos nós aqui e ali temos as nossas influências.

    Voltando à reunião, o Pedro Fernandes apresentou uma proposta para que se realizasse uma magna antes do próximo escrutínio eleitoral, de forma a que, os vários órgãos da AAUAlg fizessem um balanço do que prometeram fazer e do que realmente fizeram, mas foi chumbada. Imagine-se que um dos argumentos apresentados, é o facto do presidente da Magna e a vice-presidente não terem disponibilidade de agenda por já não serem alunos da UAlg. Estão a tirar mestrado na Universidade do Minho.

    Já agora, podem continuar a exercer o cargo? Quem paga as deslocações? Fica estas dúvidas e muitas outras que terei todo o gosto em proporcionar o debate…

    Anúncios

    33 pensamentos sobre “Será falta de nível ou ausência de formação dos actuais representantes dos estudantes que nos representam?

    1. Este rapaz do comentário 27 e 30 realmente não merece nenhum apontamento depreciativo.

      Percebe-se pelos comentários que apresentou, que acredita realmente no que diz. Acho que tem todo o direito em se sentir injustiçado por comentários que aqui foram feitos, e que não correspondem claramente à condição de grande analista financeiro que é o Miguel Nicolau.

      Deveriam se retratar pela injustiça.

      Olhe da minha parte faço desde já o meu mea culpa por não ter os seus tão avançados conhecimentos financeiros, que me permitam avaliar um orçamento sem o ver, apenas e tão só, pelas demonstrações financeiras e outros mapas financeiros. Bravo meu amigo.

      Você é realmente muito bom a contar histórias, mas não tão bom a vestir a pele de cordeiro. Enfim, deixe lá isso que os alunos da academia já não se importam a largos anos com o que ai se faz ou não se faz.

      Haja saúde, futebol e que as novelas continuem a prosperar que o seu sucesso é garantido. Devia ter-se candidatado a casa dos segredos. O seu parece do tamanho da torre de Babel.

      Um bem haja a todos os que aqui se manifestam, afinal estamos numa era em que ainda existe alguma liberdade de expressão, mesmo que, tal desagrade alguns comentaristas, tipo o nº 31.

      Bem hajam

    2. Caro Miguel,

      Os teus comentários não incomodem ninguém. Como já diz o ditado “quem anda à chuva molha-se” e quanto a isso, todos nós estamos sujeitos aqui ou em qualquer outro sítio fisico ou virtual.

      Espero que entendas que não tenho nenhuma questão ou difierendo pessoal contigo ou com qualquer outra pessoa. A questão é que quando ocupamos lugares de exposição publica como é o teu e foi o meu caso, estamos sempre sujeitos a sermos mensurados. Não podemos nem devemos ver isso como uma afronta pessoal. Temos de ser democráticos.

      Caro comentador nº 31

      “Quem tiver duvidas ou perguntas dirige-se à delegação de Gambelas e será esclarecido pelo Presidente nem ou tesoureiro da Associação Académica… nas Assembleias Magnas ninguém questiona nada. Faz me imensa confusão.”

      Antes de mais obrigado por mais este comentário brilhante, está ao mesmo nível do primeiro comentário deste artigo que é da tua autoria. Qual é a parte que ainda não percebeste que todas as duvidas que aqui foram apresentadas o foram também na Assembleia Magma, e nem o Presidente nem o Tesoureiro da Associação Académica conseguiram explicar seja lá o que for. É um facto que não podes desmentir.

      Faz-te confusão? Olha a mim também e sabes porquê? Porque na altura em que estas duvidas foram apresentadas em sede própria (Assembleia Magna), por qualquer motivo não te encontravas dentro da sala. Talvez um intervalo para fumar um cigarrito…

      “Costa tu se tiveres duvidas ou queres algum esclarecimento sabes onde te dirigir. Penso que já tens idade para saberes o que fazes e qualquer dia levas com um processo judicial em cima sem necessidade nenhuma.”

      Como podes ver eu dirigi-me ao local certo à hora certa e não obtive qualquer esclarecimento como podes constatar. Também em ocasiões anteriores dirigi-me à sede da AAUAlg a soloicitar informações que nunca foram disponibilizadas. Por acaso guardo os email e os pedidos anteriores. Queres que os publlique? O embaraço será muito maior acredita!

      Quanto ao processo judicial…Ah ah ah ah ah ah ah ah ah…não deixes para amanhã o que podes fazer hoje. O mais certo é seres um bruto de um fala barato a fazer bluf como se de um jogo de poker se tratasse. Não tens coragem tal como não tiveste para de identificares no comentario.

      “Enquanto esta mentalidade de crianças nao mudar entao nunca teremos uma academia unida e que saiba qual o verdadeiro valor da AAUAlg.”

      A criança aqui és tu a julgar pelo conteúdo dos teus comentários. O verdadeiro valor da AAUAlg? Ainda não percebeste ou pensas que estas a falar com analfabrutos?

    3. Meus senhores

      já chega de tanto falar deste assunto. Quem tiver duvidas ou perguntas dirige-se à delegação de Gambelas e será esclarecido pelo Presidente ou tesoureiro da Associação Académica.
      Não percebo porque vem tanta gente para este Blog fazer discursos como se tivesse a maior razão do mundo e na altura apropriada que é nas Assembleias Magnas ninguém questiona nada. Faz me imensa confusão. Mas presumo que deva ser mais engraçado estar a expor a Associação Académica nestes meios.
      Por favor deixem se de agir como crianças.
      Costa tu se tiveres duvidas ou queres algum esclarecimento sabes onde te dirigir, escusas de fazer este filmes. penso que é protagonismo a mais sem necessidade. Mas tu é que sabes. Penso que já tens idade para saberes o que fazes e qualquer dia levas com um processo judicial em cima sem necessidade nenhuma.
      Miguel, não tens de te justificar a ninguém. As coisas foram esclarecidas em tempo e sitio próprio. Quem quiser mais esclarecimento manda te um email ou dirige-se a AAUAlg.
      Deixem de fazer filmes e façam o que tem direito que é questionar seja à Direcção Geral seja em Assembleias Magnas, pois e para isso que elas existe.
      Enquanto esta mentalidade de crianças nao mudar entao nunca teremos uma academia unida e que saiba qual o verdadeiro valor da AAUAlg.

    4. Ao comentário 29 só tenho a dizer que seja Homenzinho ou mulherzinha e identifique se, se falo do Costa? Sim é verdade e muitas das vezes concordo com ele, outras não, mas quando falo seja no café ou aqui identifico me não sou menino escondido atrás de um “anónimo”.
      Dou a cara, não sou como tu.
      Caro Costa, concordo contigo que o orçamento deveria ser entregue e aprovado antes de qualquer coisa, e acredita que fizemos muito por isso, mas estatutariamente nada poderia fazer enquanto Fiscal.
      Em relação ao saber no dia seguinte, o erro foi nos documentos entregues em magna, que nós recebemos ao mesmo tempo que todos os que lá estavam, e não cabia a nós fazer qualquer esclarecimento mas sim a DG.
      Em Relação aos balanços etc., foram analisados os anteriores, para podermos avaliar a “saúde financeira” da AA e ai podermos ver se era viáveis ou não os projectos que a DG propunha.
      Costa acredita que sei admitir quando erro, e não me parece que o tenha feito.
      Uma das coisas que peca neste blog, porque tem muitas coisas boas, outras nem tanto são comentários como o nº 29 que baixam o nível de debate. Se todas as pessoas tivessem a coragem de falar mostrando-se seria tudo bem mais limpo.
      Em ralação a foto sei que foi tirada do facebook, onde é do domínio público, mas acho que não te fica bem.
      E acho que a minha participação neste blog fica por aqui porque pelos visto incomodo muita gente que aqui escreve.
      Boa sorte para o teu mestrado.

    5. Ó Miguel, não sabes escrever quanto mais analisar balanços e demonstrações de resultados.

      Deixa-te disso que não te fica nada bem.. A uns dias atrás vocês estavam no café a falar do Costa para quem quisesse ouvir… Depois não querem que responda…

    6. Grande Miguel,

      Relativamente ao teu esclarecimento apraz-me os seguintes comentários:

      “Como deves calcular nos nao fizemos um parecer atraves dos quadro que foram apresentados em magna mas sim de tudo, desde contas, balanços, demontrações etc.”

      Como podem elaborar um parecer do orçamento através dos balanços e demonstrações? Sinceramente não sei como tal é possível. De qualquer das formas, o documento antes de ser apresentado tem de passar pelo Conselho Fiscal.

      “Nós propios tb quisemos saber porque tal erro estava no documento dado em magna, e no dia seguinte, já o sabiamos.”

      Já sabiam no dia seguinte, óptimo. Então por que é que só foi publicado o primeiro parecer a elogiar os documentos e não um comunicado a esclarecer esse lapso? Não encontrei nada no site do Conselho Fiscal…porque será???

      “Em relação aos prazos de entrega, não existe nada nos nossos estatutos, que o obriguem a sua entrega a uma data, algo que tb descordo.”

      Lê bem o artigo, mas de qualquer das formas tens razão. A data não está taxativamente definida. Mas subentende-se quando deve ocorrer. Ora vê lá o seguinte exemplo:

      Queres construir uma casa e pedes um orçamento. Faz alguma lógica que seja entregue depois da casa ser construída? Pois…bem me parecia que não…

      “Posso errar sou humano, mas ate parece que tu nao erras, e neste caso garanto te que não errei porque o que eu e a minha equipa vimos e demos um parecer que foi positivo foi um orçamento positivo.”

      Meu caro, a questão não é errar, é não assumir o erro. É isso que está em causa e nada mais. Errar todos erramos e infelizmente vamos continuar a errar.

      A foto não carece de autorização. Os porquês ficam para TPC…

      Realmente tens toda a razão quando dizes que já não temos idade para estas coisas.

      Aquele Abraço

    7. Caro Costa,

      A frase ” quem quisesse esclarecimentos sobre os quadros do orçamento que foi apresentado na magna realizada 28 de Maio de 2010 (já fora de todos os prazos), que te contactassem e que não valia a pena escrever em blogues pois não produzia qualquer efeito” não foi dita por mim, eu a unica coisa que disse foi um comentario ja depois de ter falado, em que perguntei as pessoas que estava a minha frente se seria mais facil escrever aqui do que perguntar a quem poderia responder.

      Como deves calcular nos nao fizemos um parecer atraves dos quadro que foram apresentados em magna mas sim de tudo, desde contas, balanços, demontrações etc.

      Nós propios tb quisemos saber porque tal erro estava no documento dado em magna, e no dia seguinte, já o sabiamos.

      Em relação aos prazos de entrega, não existe nada nos nossos estatutos, que o obriguem a sua entrega a uma data, algo que tb descordo.

      Eu não prenunciei o teu nome nem nada relativo a ti, muito menos fui cobarde por lá não estares porque até gostaria que lá tivesses.

      Por isso quem es tu para publicar uma foto minha no teu blog, ou para dizeres e que quer que seja sobre mim se sou bom ou mau no que quer que seja.

      Posso errar sou humano, mas ate parece que tu nao erras, e neste caso garanto te que não errei porque o que eu e a minha equipa vimos e demos um parecer que foi positivo foi um orçamento positivo.

      Por isso espero que a minha foto, e as coisas ditas por mim neste blog sejam retiradas, pois eu nunca te dei autorização para utilizares uma foto minha no teu blog.

      Para terminar não sou bom a dizer mal, pois sinceramente acho isso muito feio e no teu blog diz se coisas boas mas tb se fala muito mal por isso o bom a falar mal não sou eu.

      Caro costa, se tens alguma coisa a dizer me pede o numero de telefono e liga me, deixemo nos disto que já não temos idade destas coisas.

    8. É a primeira vez que comento neste espaço, mas desta vez não posso deixar de o fazer. É mais forte que do eu.

      O Comentário 21 é totalmente inaceitável e inconcebível a todos os níveis. Nem a quente se diz uma coisa destas. Não concorda tudo muito bem, está no seu pleno direito. Coação física NÃO pode ser tolerado de forma alguma.

      Devia identificar-se e retratar-se das suas palavras que no meio universitário não têm espaço nas regras de convivência e conduta de um aluno que será no curto prazo parte do futuro deste país. Se não tiver a hombridade de o fazer, então devemos ficar todos ainda mais preocupados com o amanhã. É o mínimo que pode fazer.

      Joaquim, de forma alguma se deixe intimidar por aquelas palavras inqualificaveis.

    9. O valor de um homem não se mede aos palmos, mas sim nas suas atitudes e nas suas acções do dia a dia.

      Acabas de mostrar o teu, Só é pena que o tenhas feito anonimamente, o que por outras palavras, vincas ainda mais a tua covardia.

      Como é que é possível nos dias de hoje, ainda para mais um aluno universitário (presumo) ter este tipo de comentário?

      Sinceramente nem há palavras para descrever o teu comentário.

      Força Costa

    10. A/C – Autor do comentário nº 21

      Não respondi antes porque sinceramente nem sabia bem o que dizer perante as tuas palavras.

      Meu caro, podemos discordar com a opinião alheia, mas não podemos nem devemos condicionar a pluralidade de ideias e opiniões, muito menos da forma como o fizeste.

      Felizmente neste Blogue todos podem manifestar a sua opinião, mesmo que essa seja desfavorável ao que aqui escrevo.

      Acredita que já recebi alguns comentários recheados de indignação em relação ao teu. Só não os publiquei porque continham linguagem menos própria.

      O que distingue um aluno universitário é a sua atitude. Acho que deves reflectir e pensar que por esse caminho não vais a lugar nenhum, seja aqui ou na tua vida.

      Fica ao teu cuidado

    11. Comentário 21:

      Não deves ter mesmo noção das palavras que proferiste. Além da gravíssima ameaça à integridade física, ESTÁS A DENEGRIR a imagem da nossa AAUAlg, que pouca ou nada tinha de digno. Mas já eram esperadas este tipo de reacções infantis, rudes, de baixo nível (como se lê no titulo), e mais que isso uma reacção normal no ser humano que é de que a verdade fere e parte-se para as ameaças e para a força física.
      A nossa AAUAlg já é vista como um novo caso do “saco azul”, então agora com estes recentes escândalos, isto é uma selva. É triste ver gente naquele órgão que só tem interesses secundários, e que nunca pensam no principal objectivo que os enverga no seu papel.
      Continuaremos na rua da amargura até que, nós alunos, os culpados disto tudo, porque somos facilmente manipulados e abstentes aos assuntos internos da AAUAlg, tenhamos um pensamento consciente e digno que nos leve a uma atitude correcta e de verdade.

      A vida Académica é muito mais que festas e manifestações.

      “Se tiver que não haver Recepção ao Caloiro, não há Recepção ao Caloiro. Se tiver que não haver Semana Académica, não há Semana Académica!”(Palavras de um antigo Presidente da Associação Académica da Universidade do Algarve).

    12. Tens a puta da mania que és esperto e metes-te em assuntos que não deves. Qualquer dia levas na boca para perceberes como as coisas podem funcionar para pessoas como tu, que gostam de expor situações que não deves..

      Estás avisado!

    13. Caro Costa, desde já te dou os parabéns por entrado no mestrado numa universidade de topo (UA).

      Mas quero também dizer acho isto uma estupidez, pois, em tantos campos que os aluno se podem juntar e lutar contra certos vícios dos professores ou até mesmo melhorar o ensino à distancia, visto que a UALG não tem, andam aí a batalhar uns contra outros.

    14. Acho engraçado o comentário nº 18…

      Meu caro, nunca me sindicalizei, não sou filiado em partido algum e sou ideologicamente anarquista no que toca a politica. Os partidos são como os rebanhos, temos poucos pastores e milhares de milhões de ovelhas cegamente obedientes como de uma seita se tratasse.

      Disse intrigas? Enganou-se no site! Aqui apresentam-se factos. Factos esses que você não colocou a sua veracidade em causa .

      Quanto ao receber email tem toda a razão. Eu também já me tinha reformado destas lides, mas não posso admitir que se fale no meu nome em público sem estar presente para me defender. Decerto concordará.

      Para não voltar a recebe-los peço-lhe que se identifique (email) e o problema será ultrapassado no imediato. De outro modo terei de consultar os serviços da Maya…

      Cordialmente

    15. Intrigas, batalhas no campo pessoal,…
      Um verdadeiro exemplo do associativismo/ sindicalismo/ partidarismo em Portugal.

      Uma pessoa a pensar que não teria mais que receber emails, que nunca os pediu para receber, e depois lá vem mais um…

      Por favor, Sr. Costa deixe-se de intrigas! E concentre-se no seu mestrado, para o fazer no tempo normal e estipulado para o fazer…

    16. Meus caros,

      Apesar de neste momento ainda ser estudante (há cerca de 14 anos), já não ligo muito à vida associativa, pois foi esta que me fez ainda não ter acabado o curso. Não porque tinha muitas festas para organizar (tal como é agora, pelo que percebo), mas porque se assumia uma responsabilidade que era para ser cumprida. Eu ainda apanhei o tempo de Associações de Estudantes na Ualg por cada Unidade (não existiam Faculdades) e participei muito activamente na atribulada constituição da Associação Académica. Eram alturas em que se enchia o Auditório das Gambelas nas Magnas e se discutiam assuntos interessantes sobre a Academia e sobre os Alunos a nível nacional, onde apareciam as mais variadas ideias de luta. Recepção ao Caloiro em frente ao “Seu Café” com uma acordonista e umas minis chegava (percebo que agora não chegue). Sempre fui Vice-Presidente, e várias vezes fui convidado para candidatura a Presidente da DG, para o qual eu sempre achei que a missão não era essa. Trabalhei com vários Presidentes até que, há cerca de 5/6 anos (não me recordo) eu disse numa reunião da DG que, isto que pelos vistos está a acontecer, iria acontecer, ou seja, que a AAUAL iria transformar-se numa Associação de Festas e pouco mais. Foi aí que acabou a minha associativa, pois achei que os dirigentes começaram a estar mais interessados noutros assuntos que não os dos estudantes. As festas são muito bonitas, mas os nossos assuntos e interesses são outros e devem ser outros. Costa, eu não te conheço, como não conheço ninguem que aqui escreveu, mas gostei de ler o que colocaste. Mostra a opinião que eu pensava ter da AA neste momento. E sabem o que mais me entristece? É termos lutado tanto, mas tanto, para sermos uma das grandes Academias a nível nacional, ao lado de Porto, Lisboa e Coimbra, e agora quando ainda me encontro ou falo com os amigos que também estiveram nessas Associações, o que várias vezes acontece para recordar os velhos ENDA’s, me dizem que a AAUALG se encontra no fundo das AA’s, ou seja, ninguém lhes dá ouvidos, ninguém quer saber do que eles dizem. Desculpem-me o testamento, mas entristece-me o que aqui li. Desculpem também o meu anonimato, mas gostava que comprendessem que ao dizer o meu nome chegarão facilmente a outros nomes que poderão depois ser comentados (tal como aconteceu com o Costa), e não acho isso correcto. Para terminar queria citar uma frase do meu estimado grande amigo, já falecido infelizmente, antigo Presidente da AA, Carlos Santos, “A AAUALG não é nenhuma Associação de Festas. Se for necessário não fazer Recepção e/ou SA, não se faz.” . Isto foi dito ao Presidente da Câmara de Faro na altura. Meus caros, este tem de ser o pensamento sempre nos dirigentes da AAUALG. Preocupem-se com os assuntos dos alunos, pois para as festas está a Direcção Executiva, COSA’s e afins que podem muito bem tratar disso.

      Cordias Saudações Académicas.

    17. É um artigo bem direccionado, não haja dúvidas. Mas quando se trata de uma defesa de honra não considero ataque pessoal. Lembro-me de muitas reuniões de direcção geral a uns anos atrás em que se falava muito do Joaquim Costa. ‘Carinhosamente’ era apelidado de Alberto João do Algarve e outros nomes que aqui não adianta referir. E porquê? Tinha opinião própria e não seguia nem nunca seguiu o catecismo da associação.

      Algumas das suas intervenções foram manifestamente infelizes(assembleia estatutária 2008), é verdade, mas a sua evolução e vontade de saber mais e primar pela diferença fará com que seja recordado por muitos e bons anos. É pena que não tenhas ganho as eleições para a DGAAUAlg, pois terias sido um grande presidente em todos os níveis. Se bem que não sei o que foi pior, se foi demarcares-te da posição da DG da altura ou seguires a posição do Prof. Efigénio…Em todo o caso, venho o diabo e escolha que o que muda é o presunto, mas o cheiro é exactamente o mesmo.

      O teu brio profissional e pessoal em fazer as coisas bem, fez de ti uma referência no associativismo desta instituição. Se existisse um quadro de honra, terias lugar num restritíssimo leque de alunos.

      Os invejosos fazem crer o contrário, mas felizmente a internet não apagará o teu trabalho.

      Um grande abraço e obrigado por partilhares as tuas reflexões, que para alguns, são ataques pessoais, para outro, é informação altamente relevante.

    18. Caros Colegas.

      Depois de ter lido alguns comentários insultuosos dirigidos à minha pessoa vejo-me obrigado a comentar este novo post.
      Antes de mais convém esclarecer que não me encontro neste momento no Algarve não por simples vontade própria, mas sim por motivos profissionais, como fiz questão que fosse referido na ultima Assembleia Magna da AAUALG, através de um documento que mandata a Elma Conceição para assumir a Presidência da Comissão Eleitoral que promoverá as eleições para os orgãos da AAUALG e esclarece todos os motivos que me impossibilitam de o fazer.

      Quando apresentei a minha candidatura à Mesa da Assembleia Magna tinha toda a intenção de continuar a viver no Algarve e fazer todo o trabalho com o qual me estava a comprometer com os estudantes da UALG, quem me conhece sabe isso mesmo, mas como infelizmente não podemos controlar tudo o que nos acontece, todas as oportunidades que nos surgem na vida nem a sua localização geográfica onde essas oportunidades surgem tive de deixar de viver no Algarve.

      Quem em conhece sabe bem o que me custou ter de vir embora e deixar vários projectos para trás, tal como a AAUALG, mas infelizmente nenhum ser humano vive sem ter rendimentos de lado nehum, sempre defendi os estudantes da UALG, mas tive de priorizar a minha vida profissional.

      Parece que há quem pense que eu fugi, mas não, não sou cobarde para o fazer, sempre assumi as minhas responsabilidades e quando como neste caso não as posso cumprir na minha pessoa, peço a alguém que tenha a possibilidade, mesmo que com muitas dificuldades, para o fazer.

      E quanto a quem paga as despesas das deslocações e outras despesas inerentes às mesma, quero sossegar o colega Joaquim Costa, as despesas são suportadas por quem faz a deslocação no cumprimento das funções a que se propôs, quem conhece a Elma Conceição sabe perfeitamente que ela seria incapaz de exigir um unico centimo à AAUALG, como nunca o fez.

      As pessoas que pensam que algum dirigente associtivo da AAUALG ganha algum dinheiro com isso, estão muito enganados, o que acontece é precisamente o contrário.
      E acreditem que nunca desisti dos estudantes.

      Saudações Académicas.

      François Magalhães

    19. Caro Joaquim

      Acho que sinceramente teras que analisar os estatutos da AAUAlg, pois parece que essas ideias não estão claras, pois os elementos eleitos para os orgãos da mesma podem exercer o seu mandato até ao fim mesmo que deixem de ser estudantes da Universidade do Algarve.

      Assim se vê a vontade de deixar as coisas claras e não deixar no ar algo de ilegal…

      Saudações

    20. Ora boas,

      Realmente há com cada uma…epá ainda bem que o autor do primeiro comentário assinou ” =) “, ao menos assim todos nós ficamos a saber que o cometário é uma autentica risada. (e não se envergonha a ele mesmo)

      Até porque quem comenta apenas para referir que o Costa está em “Aveiro ou Minho” e, que não deixa em paz os meninos que estão no Algarve a brincar aos estudantes, em vez de se pronunciar sobre o artigo em si demonstra de forma muito óbvia quais são as suas preocupações.

      Só mais uma coisinha, sejam mais inteligentes e pensem que se ignorarem estes blogues e as pessoas que neles participam, (até porque como vocês normalmente referem, isto não serve para nada) poupam-se ao trabalho de se incomodarem e envergonharem.

      Cumprimentos.

    21. Boas Costa;

      De acordo com o comentário da Elma ficamos todos a saber que o presidente da Magna, Francois Magalhães, desistiu de lutar pelos direitos dos colegas que o elegeram. Nada que já não soubesse, mas gostei que a Elma o tenha dito e reforçado a atitude do presidente da magna.

      Grande rato molhado que me saíste ó Francois…

    22. Como vês Elma,

      Sou suficientemente democrático para aceitar todos os comentários e dar a possibilidade de retratação aos lapsos que possam surgir. Ao contrário não seria assim. Mas eu sou eu…

      Boa Sorte para o Mestrado

    23. Quero corrigir um paragrafo, por lapso coloquei um “não” a mais. Ficaria então:

      “Quanto à tua pergunta de quem paga as viagens, sou eu mesma, quando soube que iria para o Minho estudar juntei dinheiro suficiente para pagar os meus estudos assim como as minhas viagens ao Algarve de modo a conseguir dar seguimento o máximo possível a Mesa da Assembleia Magna, poderás perguntar isso a quem me conhece.”

      Cordiais Saudações Académicas

      Elma Conceição

    24. Cara Elma,

      Presumo que te tenhas enganado e que não te tenha fugido a boca para a verdade. Vê lá o que escreveste:

      quando soube que iria para o Minho estudar juntei dinheiro suficiente para não pagar os meus estudos assim como as minhas viagens ao Algarve de modo a conseguir dar seguimento o máximo possível a Mesa da Assembleia Magna, poderás perguntar isso a quem me conhece.”

      Não te estou a por em causa, mas o facto de não aparecer voluntários reflecte em muito o valor que os estudantes da mui nobre instituição que referes, dá à sua associação académica. Infelizmente uma verdade que realçaste e bem. O porquê de ser assim, é mais ou menos pacífico.

      Quanto à proposta do PF ter sido chumbada, pois era bom que víssemos a lista de presenças para sabermos quantos são afectos aos órgãos da AAUAlg e quantos estão em vias de o ser. Obviamente que chumbaria pela mesma razão que o orçamento e plano de actividades foi aprovado..

      Cordialmente

    25. Caro colega Joaquim Costa,

      Venho por este meio esclarecer algumas dúvidas relativamente à parte que me diz respeito e compete.

      O que o colega e aluno Pedro Fernandes solicitou no ponto 3 da ordem de trabalhos na magna que se realizou ontem foi e passo a citar “assunto: Marcação de Magna/Debate.” (constado na folha redigida pelo próprio e entregue à mesa), onde o respectivo solicitava que fosse marcada uma Magna ou Debate com o intuito dos actuais orgãos da associação académica podessem esclarecer todo o seu desempenho ao longo do ano em que exerceram funções.
      O que eu disse, e passo a citar e poderás perguntar ao teu colega Pedro Fernandes é que neste momento seria complicado, uma vez que tendo terminado o meu curso dei continuação á minha formação académica encontrando-me de momento a estudar na Universidade do Minho, e que seria dificil mediante essa situação realizar uma Magna durante o processo Eleitoral, contudo, sugeri ao mesmo que se fizesse o dito Debate, sendo a DGAAUALG a sua organizadora. Esta proposta foi a votação, e foi reprovada, quanto a isso a mesa não pode fazer nada, os alunos é que decidem.

      Quanto à tua pergunta de quem paga as viagens, sou eu mesma, quando soube que iria para o Minho estudar juntei dinheiro suficiente para não pagar os meus estudos assim como as minhas viagens ao Algarve de modo a conseguir dar seguimento o máximo possível a Mesa da Assembleia Magna, poderás perguntar isso a quem me conhece.

      A verdade é que ninguém apareceu para apresentar ou colaborar na Comissão Eleitoral, e caso não saibas caro colega, na ausência de voluntários para a Comissão Eleitoral, a responsabilidade recai sobre a Mesa da Assembleia Magna, mais concretamente do seu presidente que teria de assumir, e na sua impossibilidade mandatar alguém, uma vez não ter comparecido ninguém para assumir a comissão, e estando consciente da importância do Processo Eleitoral e apesar das minhas condições assumi essa responsabilidade, porque sinto que é minha responsabilidade e dever enquanto elemento da Mesa, perante todos os alunos da Universidade do Algarve.

      Podem me criticar que não fui capaz, que não fiz tudo como deve ser e que podia ter feito melhor, mas não me podem criticar de ter desistido e de não ter lutado pelo direito dos meus colegas e alunos desta mui nobre instituições, de escolherem e votarem nos seus futuros representantes, quando mais ninguém o quis assumir e lutar pelos direitos dos alunos, porque não é fácil conjugar um Processo Eleitoral, um Mesa da Assembleia Magna, Aulas de Mestrado na outra ponta do país e Vida Familiar.

      Espero ter esclarecido as tuas dúvidas.

      Assim me despeço, com as mais cordiais

      Saudações Académicas

      Elma Conceição
      Vice-Presidente da Mesa da Assembleia Magna

    26. Realmente a proposta de ter polícia nas eleições é mesmo uma proposta indecente. Eu diria que a polícia só não chegava, teria que ser as forças armadas dadas as aldrabices que se tem assistido nos últimos anos. Estamos em estado de sítio, é o que é…

      Ó Costa, não batas mas em mortos que eles já não podem. Tem clemência do jardim de infância.. 🙂

    27. Metem-se com gente crescida depois dá nisto.

      Ainda não perceberam que o Costa está muito à frente de vocês!!? Não percebo a vossa dúvida..

      Os mais esclarecidos é que já estão fartos destes chicos espertos!

    28. Acho incrível a capacidade que a DG e seus apoiantes têm em manipular as coisas…. se querem tomar-me de tótó estão enganados. Uma das propostas feita foi, segundo o regulamento eleitoral utilizado para as “grandes eleições”:

      Artigo 82º
      Polícia da assembleia de voto
      1. Compete ao presidente da mesa, coadjuvado pelos vogais desta, assegurar a liberdade dos eleitores, manter a ordem e, em geral, regular a polícia na assembleia, adoptando para esse efeito as providências necessárias.

      O que eu queria era pôr cada agente da psp em cada urna segunda alguns chicos espertos.

      Isto é meter polícia seus ignorantes? Já alguma vez votaram com polícia ao lado? Escolham outro para gozar. Sinceramente.

      Quanto aos discípulos, acho muita piada a esses comentários, mas sinceramente não me incomoda, porque prefiro ser conotado a gente séria,do que a tachinhos.

      Também deves ser uma pessoa muito séria que falas e não assinas por baixo, mas pelo nível do comentário desconfio quem sejas!

    29. O Comentário nº 1 é muito engraçado realmente…

      Se não soubesse que tinhas frequência de ensino superior, diria que tinha sido um puto da 4ª classe que tinha escrito o comentário. Está ao mesmo nível que o conteúdo. Fraquinho! Já agora, aprende a escrever que fica feio para um aluno universitário, isso sim, põe em causa o nome da instituição e não o livre arbítrio da liberdade de expressão. A esse respeito, dentro de dias teremos uma grande novidade.

      Ó jovem, se não andassem a falar de mim quando não estou presente, sem me poder defender, com bocas típicas de ressabiados, eu não me teria manifestado. Mas pelos vistos, quem não se esquece de mim são vocês e não eu. Se assim não fosse, não andavam a pregoar o meu nome em vão pois não!?

      Se andam à chuva molham-se ..tão simples quanto isso.

      De qualquer das formas, obrigado pelo comentário que tanto me fez rir.

      Cordialmente

      Discípulos?

    30. Pelos vistos teremos mais Joaquim Costa e ainda bem.

      Ao contrário de ti Costa, não tenho dúvidas que é falta de formação, quanto ao nível esse nunca existiu.

      Pior do que isso, é a dor de cotovelo que têm de ti. Se se sentem tão incomodados e nada desmentiram do que aqui foi publicado, é porque és demasiado grande ao pé destes “garotos” como lhes chamas e subscrevo totalmente.

      Quando lá estás nenhum abre a boca para argumentar o quer que seja. Quando não estás são todos muito espertos que ´é o mesmo que covardia. Não estavas lá para defenderes-te e bumba..

      O Pedro Oliveira sempre foi muito fraquinho, desde os tempos que foi presidente do núcleo pedagógico da esght. Passou ao lado completamente. Pelos vistos no Conselho Geral é um tele-comandado e não passa disso.

      Ó Costa, não queres disponibilizar algum material do Conselho Geral?

      Grande abraço amigo…

      Palhaços é que são.

    31. chega depressa as novidades a Aveiro. Pelos visto a fera está revoltada mais uma vez. mas quando desapareces de vez? é que o pessoal já começa a estar farto das todas as tuas coisas e dos teus discípulos, que pelos visto tambem nao sabem fazer intervenções porque pedir para pôr policia numas eleiçoes para os orgãos sociais da AAUAlg é o cumulo da burrice e mete ate em causa o bom nome da instituição Universidade do Algarve e Associação Academica.
      Va costa vai la fazer o teu mestrado em Aveiro ou Minho porque tu também entraste no Minho e descansa aqui do algarve que só nao te dão cabelos brancos porque nao tens cabelo. ahahah
      grande abraço

    A sua opinião tem importância!

    Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

    Logótipo da WordPress.com

    Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

    Facebook photo

    Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

    Google+ photo

    Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

    Connecting to %s