Eleições AAUAlg mandatos 2013: Parte 3 – Conselho Fiscal

Relativamente à constituição das listas e tendo em conta que a eleição está vinculada ao método D’Hondt. Se a votação for equilibrada, corremos o risco de o subsistema politécnico não estar representado nos membros efetivos. Neste capítulo, a Lista G é a lista mais equilibrada em termos de representatividade (62,5%). Repare que a Lista F apenas cobre 37,5% do universo universitário. O presidente é o primeiro candidato da lista mais votada. Em termos de posicionamento nas redes sociais, a Lista G vai à frente.

Até aqui ainda nada de relevante foi publicado nas redes sociais. O melhor mesmo, é esperar pelos manifestos e constatar a presença de meia dúzia de competências transcritas dos já caducados estatutos. Ler e decorar os 8 artigos relativos ao Conselho Fiscal é muito diferente de saber alguma coisa sobre o funcionamento do órgão e das suas exigências na estrutura interna da AAUAlg.

Na verdade o Conselho Fiscal tem sido o órgão onde a negligência e a incompetência mais vingaram nos últimos anos. Tem sido uma espécie de reforma associativa dos “excessos de gordura” resultantes do limite de 25 membros das listas para a direção-geral.

No que diz a contas, até à data não existe qualquer histórico de transparência no acesso à informação, quer da Direção-Geral para o Conselho Fiscal e deste para os estudantes. É fatual. Os Prazos/Direitos/Deveres/Obrigações estatutários são recorrentemente  atropelados.

Se quisermos consultar atas e pareceres do exercício do cumprimentos das competências do órgão, essa pesquisa pode ser feita? Existe um histórico?  Já não digo organizado…

A questão da facultação e da transparência da informação é uma ponto de discussão fulcral, que ambas as candidaturas devem debater.

Ficaremos para já por aqui. voltaremos com os manifestos.

Lista F – https://www.facebook.com/ListaF.Fiscal
Lista G – https://www.facebook.com/pages/Com-Garra-pela-tua-Academia/246302645496982

 

Anúncios

15 pensamentos sobre “Eleições AAUAlg mandatos 2013: Parte 3 – Conselho Fiscal

  1. Caro colega,

    Vamos apresentar propostas e ideias. Deixemos o português e passemos à essência do que deve um estudante trilhar.

    Mais do que apresentar críticas, é preciso apresentar propostas,soluções…enfim..

    • Subscrevo inteiramente. A questão no fiscal penso que se deva centrar na sua falta de poder. Têm que ser dadas condições por parte da DG para que o Fiscal possa exercer a sua função. Um ponto muito interessante e que deveria de ser debatido é, em sede de revisão estatutária, atribuir mais poderes ao Conselho Fiscal para vetar ações que possam ser lesivas para a AAUAlg.

  2. Ler o que o André Cardoso tenta escrever é tão difícil que dá (ainda mais) vontade de votar na lista G

    «Está sempre errado odiar mas nunca está errado amar» Lady Gaga

  3. Para um, ainda actual, dirigente associativo e para um candidato a um órgão importante da Associação Académica, vir aqui comentar com essa postura… mostra todo o teu sentido de responsabilidade. És mais dos mesmos.

  4. O que disse está escrito e o que fiz está feito. Quem vier depois que me julgue. =)

    “Sometimes it’s not enough to know what things mean, sometimes you have to know what things don’t mean.” ― Bob Dylan

  5. A sua resposta (quer saiba ou não) diz tudo. Não preciso de acrescentar nem mais uma linha ao que já tinha dito.
    Mas acrescento. Quanto à minha participação, nunca fugi do dever que todos os alunos têm de se preocupar com a sua academia. Nem nunca precisei de procurar recolher louros ou notoriedade pelo que fiz. Senão talvez soubesse que sempre fui ativo e assim continuarei a ser. Mas se procurar de certeza que encontra.

  6. Aparentemente deu a entender que se estava a referir ao post do Facebook, demonstrando um português fraco, convenientemente nada parecido com o que apresentou agora. “É bom que os candidatos saibam aquilo que lhes espera. Se alguém faz uma sugestão de algo que nem vocês sabiam que tinham que fazer…o melhor é aceitar.”

    Percebo onde quer chegar com o seu comentário, parece alguém muito entendido em língua portuguesa, felizmente existem muitas pessoas entendidas, mas o que é certo neste momento, é que o Fiscal carece de pessoas com vontade, pessoas que saibam o que vão fazer, e aí, existe uma equipa com pessoas capazes, uns em línguas, outros em números.

    Sinto me perfeitamente capaz de interpretar quaisquer regulamento ou estatuto, como qualquer demonstração de resultados ou balanço, se realmente é uma pessoa interessada como demonstra, o seu contributo também pode ser viável mediante a sua disponibilidade para colaborar com qualquer órgão da AAUAlg.

    Parece que você também tem alguns problemas de interpretação, referi-me ao Grande Costa, apenas na última linha, na qual elogiei o seu trabalho, ou post como quiser referir, vivo e aprendo com o Costa à alguns anos, o seu contributo será sempre valorizado mediante a sua intenção.

    Revejo-me em grande parte do seu post, que identifica alguns dos principais objetivos desta equipa para o mandato de 2013.

    Esperamos assim, que todos os estudantes participem ativamente nas eleições, de modo a que possam escolher com consciência, as listas que reuniam as melhores condições para cumprir com os seus deveres, existindo sempre respeito, transparência e rigor por uma instituição que precisa dos estudantes.

    Espero que participe, e que escolha de consciência tranquila, como em todos os momentos da sua vida, não se pode agradar a gregos e a troianos, nem a amizades e inimizades.

    Saudações académicas,

    Os melhores cumprimentos,
    André Cardoso

  7. Aparentemente não sabe nem escrever nem compreender.
    Seria de esperar mais de um primeiro elemento.
    Se pode prejudicar a opinião dos eleitores com isso? Talvez.
    Não me parece aceitável eleger para o Fiscal alguém que não consegue perceber que a gramática pode fazer muita diferença, em especial na interpretação dos regulamentos e estatutos. Ainda mais se se pretende rever estes.
    Quer uma sugestão? Voltar a ter aulas de português!
    Talvez assim compreenda que no comentário neste blog me dirigia à ironia usada pelo seu colega em relação ao post do Costa e não a fazer alguma sugestão. E na página do Facebook foi uma mera recomendação para que não sejam acusados de sobranceria.
    O Costa com o seu post alertou para a necessidade de debater “a questão da facultação e da transparência da informação” e da organização das “atas e pareceres do exercício do cumprimentos das competências do órgão”.
    As coisas estão todas lá e se não quer aceitar, o problema não é meu.

  8. Hoje sinto me fantástico, acordei e vi que existe uma linha que separa o “É de competência do Conselho Fiscal” e o “É de nossa competência do CF” .. Numa descrição do mesmo, na qual ninguém diz que já foi eleito, mas sim alguns pontos que deve ter em conta quando o for, simples como uma descrição deve ser.

    Realmente alguém disse “Ainda não é vossa competência. Ainda não foram eleitos nem tomaram posse”, penso que disse isto sobre a forma da qual o texto foi apresentado, mas não vai de em conta a uma sugestão, nem disse algo que alguém não sabia que tinha de fazer, posto isto o que foi apresentado para se aceitar ?..

    Caro colega, muito obrigado por ter reparado que podia estar de forma diferente, mais consensual. Continue “Ativo” em prol da Academia 😉

    Grande Costa, continuação de um bom trabalho.

    • Grande Cardoso…

      As pessoas fazem-se, estamos permanentemente num processo evolutivo.

      A questão não é a sugestão pela sugestão. É preciso que todos percebamos com a profundidade necessária, o significado e a importância do Conselho Fiscal e a sua integração em toda a estrutura orgânica da AAUAlg. Depois seremos capazes de ver para além das palavras e ai sim, conseguiremos ver as sugestões que constantemente nos são bombardeadas.

      Se alguma das listas conseguir cumprir as competências que constam nos “velhinhos estatutos”, é um feito que nunca foi alcançado até aos dias de hoje.

      Compreende que não estou a por em causa qualquer das listas, apenas digo-vos que é preciso ter a real noção das exigência de tempo e de aprendizagem que o cumprimento das vossas competências acarreta. Apenas e tão simples quanto isso.Não se aprende no curso.

      A questão que aqui se coloca, é que, quando a malta começa a perceber e a dominar matérias que até então, nunca tiveram contacto, está-se acabar o mandato. Depois não é um órgão em que tenhamos uma continuidade, pelo menos de qualidade.

      Depois, pretendo deixar-vos um alerta que é necessário transparência na divulgação de relatórios e outros documentos previstos. É necessário criar uma base de dados onde quem chegue não tenha de começar no ABC da coisa, e possa continuar de onde se ficou. Com alguma formação como é claro.

      Nada mais me deixaria feliz constatar o vosso sucesso. Mas para isso, é preciso muita paciência, determinação e vontade em triunfar na estrada da nossa incompetência, que, tal como o mundo de uma geral, cresce todos os dias.

      Estamos todos a trilhar esse caminho.

  9. Alguém da lista disse “mas tem que ser interiorizada desde logo como “nossa” competencia, pois as equipas têm que ser criada a pensar no mandato (ou possivel, como frizaste bem) para que depois, SE eleitas, ja’ sejam capazes de fazer o que lhes compete ;)”.
    É bom que os candidatos saibam aquilo que lhes espera. Se alguém faz uma sugestão de algo que nem vocês sabiam que tinham que fazer…o melhor é aceitar.

  10. O grande Joaquim Costa!

    Mais uma visão de uma realidade que até os próprios candidatos e o público desconhecia.

    Reparem na perspectiva em que as coisas são colocadas.

    És um caso de estudo…

  11. Caro Costa,
    Deixa-me fazer-te apenas um reparo para que evites “reclamações”. O Paulo Jorge, 1º suplente da lista F, é fa FCHS e não da FCT.

A sua opinião tem importância!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s