Eleições AAUAlg mandatos 2013: Parte 6 – Projeção dos resultados!

Tabela 12 - Análise global dos dados históricos vs Rácios

Vejamos algumas combinações de dados, resultados e rácios

Tabela 13 - Hipótese de RáciosO 1º rácio é a Média de votos por subsistema * Constituição % das listas por subsistema. Se a votação varia-se em função da representação de cada subsistema em cada uma das listas, então, a lista B ganharia no Subsistema Universitário. Por sua vez, perderia no Subsistema Politécnico. Engraçado que a lista B tem na soma dos efetivos e dos suplentes, 28 membros, tantos quantos a Lista A tem em representação do subsistema politécnico. É qualquer coisa de muito relevante.

Na média dos dois subsistemas, a Lista A sai vencedora, com uma pontuação média de 488, contra 468 da Lista B.

O 2º rácio é o produto [% Média de votos por subsistema * % Constituição das listas por subsistema]. Fundamentalmente o que se pretende, é perceber face ao número de membros das listas em cada subsistema, partindo do pressuposto, que quantos mais membros mais votos, qual das duas está melhor posicionada para obter melhor resultado em cada subsistema e no seu conjunto. Observamos que a Lista A tem uma ligeira vantagem percentual.

Demonstração do cálculo da projeção dos resultados por Unidade Orgânica 

Tabela 14 - Demonstração do cálculo da projeção

Esta tabela permite-nos perceber como foram calculados os valores que são apresentados na tabela 16. Todo este procedimento foi aplicado aos suplentes.

Descrição da Tabela

  • A “verde” a vitória da Lista A na FCT, ESEC e a ESGHT, com uma cotação de 219,33.
  • A “azul” a vitórias da Lista B na FEUAlg e na FCHS com uma cotação de 83,26.
  • A “laranja” tem dois pontos de indecisão: ISE e ESSUAlg com uma cotação de 131,46.

 A reter:

  • Os pontos de indecisão existem porque estamos a contabilizar apenas os efetivos. Na média com os suplentes, a Lista A leva vantagem como veremos já a seguir.
  • Mesmo que os pontos de indecisão pendam para a Lista B, de acordo com a tendência histórica das votações, não será suficiente para inverter o resultado da eleição. Não porque a UO não tenham votantes suficientes, mas simplesmente, porque um tal desequilibro não se verifica nos dados apresentados. Contudo, a Lista A tem o dobro dos membros em ambas as escolas. Se a Lista B ganhar os “pontos de indecisão”, será uma surpresa. Nunca se sabe.

Tabela 15 - Projeção de resultados - Efetivos

Tabela com a previsão dos resultados eleitorais

Tabela 16 - Previsão de resultados

  • A lista A ganha em toda a linha à Lista B.
  • Se considerarmos apenas os efetivos, a Lista B ganha claramente em duas UO: a FEUAlg e a FCHS. De igual forma ganha a Lista A na FCT, ESEC e na ESGHT.
  • Em relação aos suplentes, é o descalabro total. Em 25 possíveis, a Lista A apresentou 24 e a Lista B, apenas 3 membros. Muito significativo em termos de mobilização e apelo ao voto.
  • Relativamente aos valores totais, a Lista A ganha em todas as unidades orgânicas. Contudo, este resultado está fortemente influenciado e enviesado face aos 3/25 suplentes que a Lista B apresenta. Estamos a falar de 49 membros para a Lista A e 28 para a Lista B.

Termino lembrando uma vez mais que esta projeção incidiu sobre os dados históricos dos anos de 2007 e 2009 num total de quatro atos eleitorais de amostra.

Evidentemente que uma eleição não é uma equação matemática, muito menos estatística, no entanto, dá-nos algumas evidências em relação a um padrão histórico de comportamento dos vários atores no processo.

Francamente sou dos tais que acredita que não existe impossíveis, pois a história não me deixa mentir. Pese embora a Lista B em nenhuma ocasião deste estudo ter-se superiorizado à Lista A, tudo está em aberto.

O fator humano é imprevisível e é aqui que a matemática falha!

Esperemos os resultados e analisaremos criticamente esta nossa projeção.

Nota: Para quem preferir ou só agora aqui chegou, deixo a compilação “Eleições AAUAlg 2013″ em PDF, estilo dissertação.

Clique: Eleições AAUAlg 2013

Anúncios

Um pensamento sobre “Eleições AAUAlg mandatos 2013: Parte 6 – Projeção dos resultados!

  1. Verdadeiramente impressionante esta análise.

    Um grande trabalho sem dúvida, mas isso, já seria de esperar!

    Cumprimentos

A sua opinião tem importância!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s